Desculpas para Faltar ao Trabalho: 5 Exemplos que Resultam

Desculpas para Faltar ao Trabalho: 5 Exemplos que Resultam

Todas as pessoas um dia tiveram algum imprevisto e tiveram que faltar ao trabalho, mas, infelizmente, nem todas as desculpas para faltar ao trabalho são válidas. Se procura desculpas para faltar ao trabalho, você chegou ao sítio certo.

De acordo com o código de trabalho, as faltas serão justificáveis em apenas alguns casos: “O trabalhador tem direito a faltar ao trabalho até 15 dias por ano para prestar assistência inadiável e imprescindível, em caso de doença ou acidente, a cônjuge ou pessoa que viva em união de facto ou economia comum com o trabalhador, parente ou afim na linha recta ascendente ou no 2.º grau da linha colateral.”.

Mas, obviamente, há empregadores que entendem que haja imprevistos “normais” na vida das pessoas e aceitam a falta do trabalhador. Neste artigo, falaremos das desculpas mais comuns para faltar ao trabalho que não levantarão nenhuma dúvida pela parte do empregador.

5 Desculpas para Faltar ao Trabalho

Obviamente, antes de tudo, é sempre bom relembrar que faltar ao trabalho só deverá ser utilizado em último recurso, sendo que a falta será uma falta injustificada.

Apenas devemos faltar ao trabalho em casos extremos e deveremos sempre usar a sinceridade perante o nosso empregador para não causar atritos na sua posição na empresa – sendo que é possível despedir-lhe por justa causa por faltar ao trabalho.

Mas, sem demoras, vamos listar-lhe abaixo uma lista de desculpas para faltar ao trabalho, que certamente é o que você realmente procura.

1 – Circunstâncias fora do seu controlo

Qualquer circunstância que não estava planeado e que o impeça de trabalhar, é sempre uma boa desculpa para faltar ao trabalho. Talvez o seu meio de transporte esteja avariado, a sua baby-sitter não pôde ir trabalhar ou aconteceu qualquer outro acontecimento aleatório.

Situações que tem controlo e poderia ter planeado (exemplo disso é ficar sem gasolina na estrada, ou o seu alarme não ter funcionado), devem ser evitadas ao máximo de utilizar como desculpas para faltar ao trabalho. Obviamente, muitos empregadores poderão compreender, mas é sempre algo muito “arriscado”.

Tenha em mente, que vivemos numa era do teletrabalho, e qualquer que seja a sua desculpa, se não for muito grave, a sua empresa poderá pedir para você comparecer mesmo assim em teletrabalho para trabalhar.

2 – Emergência em Familiar/Casa

Uma emergência é sempre algo inesperado e urgente. Uma emergência familiar poderá incluir coisas como: um acidente de carro, uma cirurgia inesperada, a morte de um ente querido (apesar de poder ser justificável, dependendo do grau familiar – leia o nosso artigo sobre dias de nojo para mais informações), ou outro qualquer outro assunto familiar urgente.

Uma emergência em casa poderá ser por exemplo um incêndio, um cano arrebentado, ou outro assunto que terá de ser tratado com urgência e que o impeça de ir trabalhar.

3 – Doença

Se estiver demasiado doente para ir trabalhar, deverá faltar ao trabalho. Um dia longe do trabalho, especialmente doente, será bom para a sua saúde e segurança dos seus colegas de trabalho. Obviamente, qualquer empregador terá que ser compreensível nestes momentos.

Mesmo que trabalhe em teletrabalho, o empregador provavelmente irá compreender que trabalhar irá atrasar a sua recuperação e deverá dar-lhe um dia ou mais de descanso.

Contudo, obviamente, poderá sempre marcar uma consulta médica com o seu médico de familia e com isto obter uma justificação ou a conhecida “baixa médica” para justificar as faltas junto do seu patrão.

4 – Doar Sangue

Caso você não saiba, em muitos países da União Europeia, é possível faltar legalmente ao trabalho para doar sangue. Isto está especificamente detalhado na Lei n.º 37/2012 do Código do Trabalho.

Portanto, de acordo com o código do trabalho “a ausência do dador é justificada pelo organismo público responsável”.

5 – Dores Menstruais

Obviamente, esta dica só funcionará com mulheres, e como todos nós sabemos, as dores menstruais para algumas mulheres são muito elevadas e qualquer empregador entenderá a sua posição. As cólicas menstruais é uma das desculpas para faltar ao trabalho que nós achamos que resulta muito bem.

Devo avisar quando faltar ao trabalho?

Obviamente, ao usar as desculpas para faltar ao trabalho, deverá ter em mente que é sempre uma boa prática avisar o seu empregador que não irá comparecer no trabalho. Poderá fazê-lo por chamada telefónica, mensagem de texto ou até correio eletrónico (caso saiba que o seu empregador é ativo no mesmo).

Contudo, haverá vezes que será impossível avisar o seu empregador a tempo, mas mesmo assim, deverá informa-lo o mais rápido possível o motivo pelo qual se ausentou do seu trabalho.

O que acontece quando tenho faltas injustificadas?

Como dito anteriormente, todas as empresas têm o direito de lhe despedir por justa causa se faltar excessivamente ao trabalho. Todas as faltas deverão ser justificadas juntas ao seu empregador para evitar problemas.

Contudo, haverá faltas como por exemplo, faltar ao trabalho por um cano que arrebentou em sua casa, que são impossíveis de justificar – cabe a si falar com o seu empregador e chegar a algum consenso para a falta injustificada. Poderá ter que fazer horas extras, ou dependendo do empregador, até pode dispensar-te de tal coisa e oferecer-lhe o dia sem penalizações.

Como já dito várias vezes, use as desculpas para faltar ao trabalho com precaução e tente sempre arranjar forma de justificar a falta!

Tiago Cardoso
Tiago Cardoso

Tiago é o líder e criador do Emprego Mais. Ele é um especialista e estudante diário em desenvolvimento de carreiras e procura de empregos. Apaixonado por pesquisas, ele é aquele braço direito que tu irás querer ter do teu lado quando estiveres à procura de emprego.

Artigos: 98