Trabalhar no Luxemburgo

Escrito por:

Tiago Cardoso
trabalhar no Luxemburgo

Portugal, terra de sol e história, tem visto um aumento constante de cidadãos interessados em oportunidades profissionais no exterior. Nesse cenário, Luxemburgo emerge como um destino atraente, oferecendo uma economia robusta e uma rica diversidade cultural.

Neste artigo, descobrirá a como dar início à sua carreira no Luxemburgo.

Porquê trabalhar no Luxemburgo?

Luxemburgo é um dos países da Europa em que os Portugueses têm mais interesse em se mudar. Para além dos salários atrativos juntando com bons ambientes de trabalho, o país também conta com baixos impostos e vistas deslumbrantes.

Hoje em dia, quase metade da população residente no país é formada por estrangeiros. Esta emigração deve-se ao facto do mercado de trabalho crescer de forma muito rápida nos setores de serviços comerciais, financeiros, transportes e afins.

Como arranjar trabalho no Luxemburgo?

Tal como todos os países Europeus, o modelo de procura de emprego no Luxemburgo é o mesmo, sendo ele focado em portais de emprego online, painéis informativos do serviço público e divulgações em jornais.

Sites de Emprego no Luxemburgo

  1. www.adem.public.lu (organismo governamental que ajuda as pessoas que procuram trabalho no Luxemburgo)
  2. www.jobs.lu
  3. www.efinancialcareers.lu
  4. www.ictjob.lu
  5. www.jobfinder.lu

Dicas para uma candidatura bem-sucedida

Apesar de no Luxemburgo usarem os mesmos métodos de procura e oferta de emprego que em Portugal, as formas de candidaturas são um pouco diferentes. No Luxemburgo, as candidaturas espontâneas são muito populares, especialmente entre os recém-licenciados e pessoas que se candidatam a ofertas de grandes empresas.

O procedimento de candidatura mais comum é o envio do currículo junto com uma carta de apresentação. No entanto, uma clara diferença em relação às candidaturas em Portugal, é que algumas empresas no Luxemburgo ainda preferem uma carta de apresentação escrita à mão.

Contudo, o currículo deve ser sempre elaborado no computador. O cabeçalho do currículo deve conter os seus dados de contato, nome completo, morada, número de contacto e endereço de e-mail.

No Luxemburgo, também não é habitual fornecer informações privadas, como local de nascimento, estado civil ou número de filhos. A foto da candidatura não é absolutamente necessária, mas é um hábito no mercado de trabalho luxemburguês.

Devo candidatar-me em luxemburguês, francês, alemão ou inglês?

Dado o facto que o Luxemburgo se situa no centro da Europa e tem três línguas oficiais (francês, alemão e luxemburguês), muitas vagas exigem que os candidatos falem várias línguas. Contudo, deverá redigir a sua candidatura na língua utilizada no anúncio de emprego.

Regulamentos para viver no Luxemburgo

Sendo que o Luxemburgo faz parte da União Europeia, não é necessário uma autorização de trabalho especial para trabalhar no país.

Na qualidade de cidadão da União Europeia, estadias inferiores a três meses necessitará apenas do Cartão de Cidadão válido. Caso a sua estadia supere os três meses, deverá requerer junto da Administração Comunal (Câmara Municipal) do seu local de residência no Luxemburgo uma Certidão
de Registo (Attestation d’Enregistrement).

Caso não se registe, não poderá ser expulso do país, mas poderá ter de pagar uma multa.

Qual o salário mínimo no Luxemburgo?

Desde 1 de setembro de 2023, o salário mínimo é de 2470,94€ mensais para um trabalhador não qualificado com mais de 18 anos que trabalhe a full-time durante 40 horas semanais.

Custo de vida no Luxemburgo

Apesar dos salários altos, o custo de vida é elevado, principalmente na capital. Em média, o preço da habitação situa-se entre 13100 €/m² se pretender comprar um imóvel e 34,15 €/m², se pretender alugar um imóvel . Aos referidos custos acrescem outros encargos, como o seguro, saneamento e aquecimento.

De referir, ainda, os seguintes valores:

Este artigo é baseado em informações atuais no momento da redação e podem ser alteradas a qualquer momento. O Emprego Mais não garante que esta informação esteja sempre atualizada. Por favor, verifique uma fonte local para obter as informações mais recentes.

Os setores mais proeminentes no Luxemburgo

Mundialmente, o Luxemburgo é um dos principais centros financeiros. Os fundos de investimento e os bancos, são duas fontes muito importantes da economia do país – por algum motivo muitos bancos internacionais têm sede no país.

Para além destes setores, existem também mais setores fortes no Luxemburgo, tais como:

É de salientar que os portugueses têm algumas vantagens no setores da indústria de construção, indústria hoteleira e restaurantes e indústria de limpeza, devido ao facto de cerca de 15 por cento da população do Grão-Ducado do Luxemburgo ser portuguesa.