Como Escrever uma Carta de Apresentação

Como Escrever uma Carta de Apresentação

Hoje irás aprender a como escrever uma carta de apresentação.

De facto, 90% dos visitantes do nosso portal de emprego que usaram estas dicas, afirmaram que conseguiram mais entrevistas de emprego após usarem uma carta de apresentação:

Exemplo de sucesso após o uso de carta de apresentação
Exemplo de sucesso após utilização de uma carta de apresentação

Qual é o segredo de uma boa carta de apresentação!?

O segredo é criar uma carta de apresentação inovadora com os pontos-chave certos. Por isso, neste artigo vamos mostrar-te exatamente como fazer isso, passo a passo.

O que é uma carta de apresentação?

Uma carta de apresentação é um documento curto que normalmente se envia a uma candidatura de emprego juntamente com o currículo.

O objetivo deste tipo de carta é resumir muito brevemente os teus conhecimentos sobre a empresa, a tua formação profissional e também o teu desejo de trabalhar.

Uma carta de apresentação feita de forma correta poderá despertar o interesse dos empregadores e consecutivamente levar-te com mais facilidade a uma entrevista de emprego.

A nossa equipa analisou mais de 2200 e-mails enviados através da nossa plataforma e concluiu que mais de 90% dos candidatos não envia uma carta de apresentação quando se candidata a uma oferta de emprego.

Exemplo de uma candidatura de emprego mal sucedida
Exemplo prático de uma candidatura feita sem uma carta de apresentação

Também concluímos que os candidatos que enviam o seu currículo juntamente com uma carta de apresentação, têm uma taxa de sucesso muito maior ao obter entrevistas de emprego.

Neste momento podes estar a perguntar como uma carta de apresentação poderá ser apresentada. Aqui está um exemplo:

Como escrever uma carta de apresentação

É de relembrar que uma carta de apresentação é um suplemento de ajuda no processo de candidatura a uma vaga emprego e não um substituto de, por exemplo, um currículo.

Se estás a escrever pela primeira vez uma carta de apresentação, poderá ser uma tarefa difícil. Mas a realidade é que tu não precisas de ser um génio criativo ou um escritor nato. Tudo o que precisas de fazer é seguir um formato já usado e testado:

  1. Detalhes de contacto – Aqui terás que introduzir as tuas informações pessoais e de contacto.
  2. Dados do empregador – Aqui colocarás os dados do empregador.
  3. Saudação e abertura – Após introduzires os dados, está na hora de cumprimentar formalmente o gerente de contratação e escrever o primeiro parágrafo. Aqui terás que te esforçar para chamar a atenção do leitor com 2 ou 3 realizações pessoais.
  4. Informações – Os próximos parágrafos poderás usar para escrever o porquê de seres o candidato perfeito para a vaga.
  5. Parágrafo final – Aqui deves explicar o motivo de seres um bom partido para a empresa.
  6. Despedida formal – Aqui, despedes-te de forma formal.

Se achaste este formato confuso, vê um exemplo na prática:

estrutura de uma carta de apresentação

Como escrever a carta de apresentação perfeita?

Agora que já explicamos a estrutura, vamos ensinar-te a como escrever a carta passo a passo.

Passo #1 – Escolhe o modelo certo da carta de apresentação

Há uma grande realidade no que toca à procura de emprego…

Se desejas destacar-te dos outros candidatos, precisas de escrever uma carta inovadora – mas não só. Para te destacares, tens que deixar uma boa impressão usando um modelo bem formatado e que seja visualmente agradável.

Obviamente, nós temos a perfeita noção que nem todos os nossos visitantes são “mega criativos”. Portanto, poderás simplesmente escolher um dos nossos modelos de carta de apresentação em PDF que encontrarás no final do artigo e usá-las como auxílio.

Passo #2 – Escreve o cabeçalho da carta de apresentação

Tal como qualquer carta, temos que começar pelo cabeçalho. Aqui, como já sabes, terás que colocar as tuas informações de contacto corretas e atualizadas.

exemplo de cabeçalho da carta de apresentação

Na secção do cabeçalho, deverás incluir toda a informação essencial, incluindo:

  • Nome completo.
  • Número de telefone.
  • Email.
  • Data.
  • Nome do gerente de contratação.
  • Nome da empresa a que te estás a candidatar.

Em certos casos, podes também considerar adicionar:

  • Redes Sociais – Qualquer tipo de perfil que seja relevante para o teu ramo de trabalho. Perfis Sociais em websites como LinkedIn, GitHub, Medium, Behance, etc.
  • Website Pessoal – Se tens um website pessoal que de alguma forma acrescenta valor à tua candidatura, podes mencioná-lo. Digamos que és um escritor profissional. Nesse caso, queres adicionar um link para o teu blog/portfólio.

Segue-se agora o que não deves mencionar no teu cabeçalho:

  • A tua morada completa.
  • Email não profissional – Certifica-te de que o teu email está apresentável. É muito difícil para um gerente de contratações levar-te a sério se o teu endereço de e-mail for “[email protected]”.

Passo #3 – Cumprimenta o empregador

Após redigires devidamente as tuas informações de contacto, é hora de começar a escrever o conteúdo da carta de apresentação. A primeira coisa a fazer neste passo é cumprimentar o gerente de contratação.

É simplesmente crucial não usar o demasiado popular “Excelentíssimo Senhor ou Senhora”. Tu queres demonstrar ao teu futuro chefe que fizeste uma pesquisa aprofundada e que estás realmente motivado para trabalhar na empresa dele.

Sejamos sinceros – ninguém quer contratar uma pessoa que se limita a enviar mais de 50 correios eletrónicos por dia a empresas diferentes à espera de ser contratado por alguma delas.

Deves estar a perguntar-te neste momento: “Como descubro quem é o gerente de contratação?”

Bem, há várias formas de o fazer. A opção mais simples é ir ao site oficial da empresa e procurar em alguma parte do site se menciona o gerente de contratação. Se não for o caso, podes usar a melhor ferramenta empresarial, o LinkedIn.

Digamos que estás a tentar candidatar-te ao lugar de Especialista de SEO no Emprego Mais. O gerente de contratação é provavelmente o Diretor de Comunicações. Com isto, fazes uma pesquisa rápida no LinkedIn:

demonstração de procura de um empregador pelo linkedin

E pronto, encontraste o nome do gerente de contratação. Em último caso, se for mesmo difícil de encontrar o nome da pessoa, aí sim recomendamos-te a usar o tradicional “Exmo Sr./Sra.” Na saudação.

Passo #4 – Escreve uma introdução chamativa

Como qualquer outra área da vida, as primeiras impressões são cruciais, especialmente quando se trata de encontrar um emprego.

As empresas recebem centenas de candidaturas. É muito provável que não leiam todas as cartas de apresentação de ponta a ponta. Por isso, é essencial juntar todas as forças e captar a atenção deles desde o primeiro parágrafo.

O maior problema que a nossa equipa vê regularmente é as pessoas começarem a carta com frases extremamente genéricas. A maioria parece-se algo como…

Exemplo Errado
Olá, o meu nome é Rodrigo e gostaria de trabalhar como Gestor de Vendas na Lusitana Lda. Trabalhei anteriormente como gestor de vendas na PingaDuxe Lda, durante mais de 5 anos, por isso acredito que seria um bom candidato para o cargo.

Consegues perceber o problema aqui? Este parágrafo inicial apenas demonstra o fato de já ter trabalhado numa empresa parecida anteriormente. Sabes quem tem mais experiência de trabalho semelhante? Todos os outros candidatos com quem Rodrigo está a competir.

Em vez de usares essas “técnicas” ultrapassadas, começa com 2-3 das tuas melhores realizações para realmente chamares a atenção do leitor. De preferência, as realizações devem ser o mais relevante possível para a posição pela qual te candidatas.

Aqui está um bom exemplo:

Exemplo Correto
Estimado Daniel,
Chamo-me Miguel e gostava de ajudar a EmpregoMais Inc. a atingir os seus objetivos de vendas. Sendo eu um Gestor de Vendas, já trabalhei durante três anos com a Empresa XXX, uma empresa de tecnologia reconhecida. Como Gestor de Vendas, gerei uma média de 30 mil euros em vendas por mês (batendo todos os KPIs). Acredito que a minha experiência anterior na indústria, assim como a excelência em vendas, torna-me o candidato certo para a vaga.

Vês a diferença entre os dois exemplos? Se fosses o gerente de contratações, quem contratarias, o Rodrigo ou o Miguel? Exatamente.

Agora que já cobrimos a introdução, vamos falar sobre o corpo da tua carta de apresentação. Esta parte está dividida em dois parágrafos: o primeiro é para explicar porque és a pessoa perfeita para o trabalho, e o segundo é para provar que és uma boa pessoa para a empresa.

Passo #5 – Explica porque és a pessoa perfeita para o trabalho

É aqui que mostras as tuas capacidades profissionais e convences o gestor de contratação de que és o mais capacitado para o trabalho do que todos os outros candidatos.

Mas antes de escreveres alguma coisa, tens de aprender quais são os requisitos mais importantes para o cargo. Por isso, abre o anúncio sobre a vaga de emprego e identifica quais das responsabilidades são as mais críticas.

Para dar o exemplo, digamos que te estás a candidatar ao cargo de Anunciante do Facebook. Analisas o anúncio de emprego e vês que os principais requisitos são:

  1. Experiência em gerir um orçamento de anúncio no Facebook de 10.000 €+/mês.
  2. Algumas habilidades em publicidade em outras plataformas (Google Adwords + Twitter Ads).
  3. Excelentes habilidades de redação.

Agora, nesta secção, precisas de discutir como preenches estes requisitos. Então, segue-se um exemplo:

Um bom exemplo
No meu cargo anterior como Especialista em Publicidade na XYZ Empresa, lidei com a aquisição de clientes através de anúncios pagos, gerindo um orçamento mensal de mais de 20.000€. Como único especialista em Marketing na empresa, geri o processo de criação e gestão de anúncios de ponta a ponta. Ou seja, criei a copy do anúncio, imagens, escolhi a segmentação, fiz testes de otimização e por aí diante. Para além de publicidade no Facebook, também me dediquei a outros canais PPC, como o Twitter Ads, Reddit, etc.

Passo #6 – Explica porque és um bom partido para a empresa

Depois de escreveres o último parágrafo, podes estar a pensar – eu sou a chave certa para a vaga!

Bem, talvez não estejas certo.

O gestor de contratação não se limita a ver se vais ser bom no trabalho ou não. Eles estão à procura de alguém que também seja bom para a cultura da empresa.

Afinal de contas, os trabalhadores que não se encaixam são obrigados a desistir mais cedo ou mais tarde. Isto acaba por custar à empresa uma tonelada de dinheiro. Ou seja, também precisas de convencer o gestor de contratação que estás realmente motivado para trabalhar com eles.

Como é que fazes isto? Bem, para começar, queres fazer alguma pesquisa sobre a empresa. Tu queres saber coisas como:

  • Qual é o modelo de negócio da empresa?
  • Qual é o produto ou serviço da empresa? Já o usaste?
  • Como é a cultura da empresa?

Faz uma pesquisa no Google. É provável que encontres toda a informação que precisas no website da empresa ou em qualquer outra parte da Internet. Depois, tens de descobrir o que gostas na empresa e transformar isso em texto.

Digamos, a título de exemplo que és apaixonado pelo produto deles e gostas da cultura de inovação/ trabalho independente da organização.

Escreverias algo do género:

Exemplo Correto
Utilizei pessoalmente o vosso software e acredito que é a tecnologia mais inovadora que utilizem em anos. As funcionalidades como XXXX e o XXX foram um verdadeiro “game changer”. Admiro muito como a vossa empresa próspera por excelência em todas as suas linhas de produtos, criando tecnologia lider de mercado. Como alguém que prospera num ambiente autodriven, acredito verdadeiramente que juntos seremos um grande partido.

O que não queres fazer aqui é ser super genérico para teres algo para escrever. A maioria das pessoas que procuram emprego tendem a estragar este passo. Vamos dar uma vista de olhos a um exemplo muito comum que costumam surgir (demasiadas vezes):

Exemplo Errado
Adoraria trabalhar para vocês devido à vossa cultura de inovação. Acredito que como sou super criativo, seria um bom ajuste para a empresa. Os valores de integridade e transparência da empresa vibram realmente comigo.

Vês o que está errado aqui? O exemplo não diz realmente nada sobre a empresa. A “Cultura da Inovação” é algo que a maioria das empresas afirma ter. O mesmo se aplica aos “valores de integridade e transparência” – o autor desse texto apenas pesquisou no Google quais são os valores para a organização, e disse gostar deles.

Qualquer gerente de contratações que leia isto verá através da penugem. Por isso, não te esqueças de fazer boa pesquisa e de arranjar boas razões para te candidatares.

Passo #7 – Terminar com uma “chamada à ação”

Finalmente, está na hora de terminares a tua carta de apresentação e escreveres a conclusão.

No parágrafo final, deverás:

  • Acabar qualquer ponto que não tenhas conseguido nos parágrafos anteriores. Tens mais alguma coisa a dizer? Alguma outra informação que possa ajudar o gerente de contratação a tomar a sua decisão? Menciona-a aqui.
  • Agradece ao gerente de contratações pelo seu tempo. Nunca é demais ser bem-educado, desde que não sejas demasiado carente.
  • Acaba a carta de apresentação com uma chamada para a ação (call to action). A última frase da tua carta de apresentação deve ser uma chamada para a ação. Deves pedir ao gerente de contratações para tomar algum tipo de ação.

Vamos transformar isto num exemplo prático:

Um bom exemplo
Para concluir, obrigado por ler a minha candidatura. Espero poder ajudar a vossa empresa a tirar o máximo partido das suas iniciativas de Marketing no Facebook. Adoraria continuar a discutir como eu posso ajudar-vos a atingir os objetivos de Marketing no Facebook.

Passo #8 – Usa um fecho formal correto

Uma vez terminado o parágrafo final, só tens de escrever um “adeus” formal e estás pronto para enviar a candidatura.

Sente-te à vontade para usar uma das conclusões mais populares para uma carta de apresentação:

  • Cumprimentos,
  • Sinceramente,
  • Obrigado,

Antes de enviares a carta de apresentação, certifica-te de que a lês vezes suficientes para certificares que não tem erros ortográficos. De forma a estares mesmo certo, pede a um amigo ou familiar que analise de igual forma.

Exemplos de carta de apresentação

Precisas de alguma inspiração? Aqui estão alguns exemplos de cartas de apresentação: uma para uma oferta de emprego part-time, uma para uma posição full-time, e uma para um estágio. 

Exemplo de carta de apresentação #1

Esta é uma carta de apresentação para uma posição de assistente de vendas em part-time. Neste exemplo de carta de apresentação, podes ver como menciona atividades extracurriculares e experiência de trabalho relevante.

Para copiar algum do texto, acede ao documento PDF aqui.

exemplo carta de apresentação

Exemplo de carta de apresentação #2

Neste exemplo, o remetente manifesta interesse numa posição de consultor de vendas a tempo inteiro. Menciona experiências de trabalho anteriores relevantes e inclui informação detalhada sobre a empresa, o que torna o conteúdo bastante relevante.

Para copiar algum do texto, acede ao documento PDF aqui.

outro exemplo carta de apresentação

Exemplo de carta de apresentação #3

Se quiseres encontrar um estágio, muito provavelmente não terás experiência prévia. Isto faz com que seja ainda mais importante mostrar a tua motivação e entusiasmo. Também é importante que menciones as habilidades que desenvolveste durante os teus anos de estudante e que podem ser úteis no estágio, por isso não te esqueças de as mencionar na tua carta de apresentação.

Para copiar algum do texto, acede ao documento PDF aqui.

mais um exemplo carta de apresentação

Recursos para aperfeiçoar as tuas candidaturas

Se após ter lido este artigo inteiro a tua vontade é de aprofundar ainda mais os teus conhecimentos sobre recrutamento, aproveita também para explorar outras fontes de aprendizagem, como:



Subscrever
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments