fbpx

Mudar de Emprego – Como Dizer “Adeus” com Estilo

Mudar de Emprego

Partilhe este artigo

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Os funcionários permanecem leais ao seu empregador em média cerca de onze anos. No caso dos administrativos passam em média cerca de 17 anos na mesma empresa. 

As razões para a mudança são várias: mudar de emprego que crie novas oportunidades e ascensão na carreira, reforma ou interrupção por motivos profissionais.

Não importa o motivo de saída do seu emprego, desde que seja feito com decência. Mesmo que nem sempre tenha tido experiências positivas nos últimos anos, ir embora não é o momento para ajustes pessoais.

Porque não Deve Sair com Rancor no Último Dia de Trabalho?

Não pense que o último dia de trabalho já não é importante, pois é e deve comportar-se de forma justa até ao fim e dizer adeus com estilo.

Com a última impressão, dá um exemplo duradouro:

  • Por exemplo, mais tarde pode entrar em contacto com o seu antigo chefe ou colegas, se precisar de algo.
  • Uma saída harmoniosa aumenta as hipóteses de ser recomendado pelo seu antigo empregador e colegas. Por exemplo, quando futuros empregadores desejam saber mais sobre si.
  • Eles têm uma influência positiva na sua referência de trabalho.
  • Uma saída inglória espalha-se rapidamente em alguns setores, então terá que conviver com uma “má” reputação daqui para frente.
  • Eles transmitem respeito e força de caráter.

É assim que Deve Planear a Sua Partida de Modo Profissional

Para deixar uma impressão positiva ao deixar o emprego, existem algumas “regras” que deve seguir.

1ª Dica: Hora da Rescisão

Não avise sobre a sua rescisão até que tenha assinado um novo contrato de trabalho. Não deve confiar numa confirmação verbal do seu novo empregador. 

Se já enviou a notificação de rescisão ao antigo empregador e depois a retirou, isso pode ter um efeito negativo sobre a relação de confiança. Um sucessor pode já ter sido encontrado para a sua posição, e você pode não ser mais necessário.

Dica 2: Primeiro Informe o seu Chefe

Se decidiu sair, não converse com os seus colegas sobre o assunto com antecedência, mas procure conversar com o seu chefe. Em seguida, envie a notificação por escrito de rescisão ao departamento de Recursos Humanos

Esclareça também quem irá informar os colegas sobre a sua saída e quando isso deve acontecer. Os Recursos Humanos devem informar sobre a sua saída por conta própria, mas somente se o seu chefe tiver dado a aprovação.

Dica 3: Prepare-se para a Entrevista

Se quiser sair da empresa por sua própria conta, o seu chefe pode ficar surpreso, e pedir para ter uma reunião consigo, pelo que deve ter uma justificação para o motivo da sua rescisão e forneça argumentos que sejam plausíveis.    

Dica 4: Justifique a sua Saída

Por exemplo, pode explicar que encontrou novas oportunidades de desenvolvimento e de novas tarefas no seu novo trabalho. 

Também é positivo se você “elogiar” o seu trabalho atual e o bom ambiente de trabalho, e indicar que aprendeu muito nos últimos anos.

Mesmo que você não se tenha resignado, há coisas positivas que você deve mencionar sobre a sua saída, pois isso contribui para um final harmonioso.

Dica 5: Conclua os seus Projetos

Mesmo que esteja frustrado ou desapontado, deve concluir os seus projetos e entregá-los ao seu sucessor antes de deixar a empresa. Dessa forma, pode evitar que lhe façam perguntas semanas depois de você ter saído.

Claro, isso só funciona se não sair imediatamente após enviar o aviso de rescisão.

6. Dica: Sem Justificação Médica

É igualmente negativo se você ligar a dizer que está doente após a rescisão. Isso mostra desrespeito pelo seu empregador e não é recomendado, pois, corre o risco de que a sua rescisão seja transformada numa rescisão sem aviso prévio.

7. Dica: Esclareça as Reivindicações

Ainda pode ter direito a férias ou subsídio de natal. Também pode ter direito a dias de férias não gozados. 

Estes dias são então convertidos num crédito financeiro após o término do contrato de trabalho. Deve esclarecer essas questões no departamento de RH antes de sair.

8. Dica: Arrume os Seus Pertences

Ao sair da empresa, deve embalar os seus pertences pessoais. Uma caneta da empresa é propriedade do seu empregador e não deve estar no seu bolso. 

Também deve limpar o seu computador e excluir tudo o que não tem nada a ver com o seu trabalho. Isso se aplica tanto a documentos privados quanto a emails. Especialmente porque em muitas empresas o uso da Internet para fins privados não é permitido de forma alguma.

Também deve entregar todos os materiais de trabalho, chaves e o telemóvel de serviço.

9. Dica: Envie um Email de Despedida

Nas grandes empresas, é um gesto simpático dizer adeus aos colegas, clientes e superiores por email. Claro, depende da relação com os respetivos destinatários. Pelo que, pode ser útil enviar emails com diferentes conteúdos.

Se desejar, pode comunicar os seus novos dados de contacto no e-mail de despedida. 

No entanto, deve esclarecer isso com o seu chefe.  

10. Dica: Comemore a Saída

É bom terminar o último dia na empresa com uma pequena festa e não apenas “fugir”. Isso mostra apreço e gratidão.

Não precisa ser uma grande festa, basta uma bebida. Você mesmo pode decidir se a despedida é comemorada na empresa ou após o expediente. Bolos, ou uma taça de champanhe costumam ser oferecidos aos colegas e superiores quando estão juntos.

Normalmente depende do tamanho da empresa. Em grupo, é aconselhável pedir ao seu departamento e ao seu superior para se despedir. Numa empresa menor, toda a força de trabalho pode se unir.

11. Dica: Despedida Pessoal

No último dia, deve se despedir dos seus colegas próximos e do seu superior com um aperto de mão.

Claro, ainda pode manter contacto com alguns colegas. Além de trocar números de telefone, as redes sociais também são uma plataforma ideal para ‘networking’.

Dica 12: Termine com a Empresa

Mesmo que esteja feliz por ter outro emprego e olhar para trás com deceção para o tempo que passou na empresa, deve se conter e não maldisser do seu ex-empregador. Não faça comentários negativos e não expresse o seu descontentamento no Facebook ou Twitter.    

Faz parte do dia-a-dia de trabalho o desligamento de uma empresa, independentemente do motivo. 

No entanto, existem muitas regras a serem observadas para que a saída seja justa e harmoniosa. Conforme descrito acima, existe um código de conduta para esse procedimento, que permite a saída com estilo e decência. 

Sentimentos pessoais e campanhas de vingança estão completamente fora de questão. Aqueles que seguem as dicas indicadas deixam uma impressão positiva.

Artigos Relacionados

Está a Procura de emprego!?

Veja todas as ofertas de emprego no nosso portal