Como Escrever Currículo de Primeiro Emprego (Com Exemplos)

Como Escrever Currículo para Primeiro Emprego (Com Exemplos)

Para pessoas sem experiência e que procuram o seu primeiro emprego, poderá ser um pouco confuso escrever o seu primeiro currículo. “Mas afinal, o que colocamos no currículo se não temos experiência?”.

Não te preocupes, já todos nós passamos por isso e todos nós temos que começar por algum lado e os empregadores que estão a contratar sabem bem disso.

Neste artigo, vamos-te ensinar a como criar um currículo de primeiro emprego e também dar-te-emos gratuitamente um exemplo de currículo já pronto!

Como Escrever Currículo de Primeiro Emprego

1. Começa com um Resumo do Currículo

Se já fizeste algumas pesquisas de como escrever um currículo, provavelmente já leste em algum lado que é muito benéfico incluir um resumo do currículo.

O resumo do currículo não é nada mais que uma introdução tua aos empregadores que irá destacar as tuas qualificações e todos os antecedentes relevantes para a vaga de emprego.

Se adquiriste competências relevantes durante a escola, estágio ou até estudaste algo relacionado com a vaga pela qual te candidatas, podes e deves incluir essas competências no teu resumo.

2. Adiciona a tua experiência relevante de não-trabalho

Procurar emprego é uma tarefa difícil quando não tens experiência de trabalho. Como raio podemos escrever um currículo sem experiência?

Bem… felizmente, muitos empregadores estão à procura de mais do que apenas experiência de trabalho. Poderás colocar muitas coisas no teu currículo para te ajudar a conseguir uma vaga de emprego, tal como por exemplo, habilidades relevantes, experiências de vida (estágios, voluntariados, etc.) e a tua formação educacional. As combinações destes todos elementos poderão ajudar-te a demonstrar que és um excelente candidato.

Apesar destas experiências e habilidades não estejam ligados à tua experiência de trabalho (uma vez que é nula), elas vão-te ainda ajudar a demonstrar o que tens para oferecer à empresa se fores contratado.

Algumas habilidades profissionais que podes ter aperfeiçoado durante a vida, incluem:

  • Liderança;
  • Competências de comunicação;
  • Competências de organização;
  • Pesquisa;
  • E muito mais…

3. Descreve os teus percursos educativos

Como serás um candidato a uma oferta de emprego e não tens experiência profissional, a tua formação será provavelmente a tua qualificação profissional mais forte (a menos que tenhas algum trabalho voluntário para adicionar ao teu currículo, como mencionado acima). Isto é especialmente uma realidade se te tiveres licenciado recentemente.

Escreve uma secção de educação mencionando o teu percurso educacional e quaisquer bolsas de estudo, prémios ou honras que te tenham sido atribuídas.

Estes detalhes são úteis para recrutadores, e dão-lhes outra forma de avaliar o teu currículo para além da experiência profissional.

4. Apresenta as tuas habilidades relevantes

Escrever uma forte secção de habilidades no currículo irá destacar-te e provavelmente aumentar as tuas hipóteses de conseguir uma entrevista. No entanto, se fores como a maioria dos candidatos a emprego sem experiência, as tuas habilidades técnicas podem ser limitadas.

Neste caso, usa o teu currículo para destacar as competências transversais que adquiriste ao longo da tua vida. As soft skills (tais como habilidades interpessoais ou de comunicação) são aplicáveis a quase todas as indústrias, e são sempre valorizadas pelos empregadores.

Aqui estão alguns exemplos de soft skills:

  • Pensamento crítico;
  • Comunicação;
  • Liderança;
  • Trabalho de equipa;
  • Atitude positiva;
  • Assertividade;
  • Habilidades com softwares;
  • Adicionalmente, listar as competências em línguas estrangeiras no teu currículo (se as tiveres) é uma ótima forma de te destacares dos outros candidatos e preencher a tua secção de habilidades.

5. Formata o teu currículo de forma adequada

Este é um erro muito comum nas pessoas inexperientes. O formato certo do teu currículo irá facilitar a leitura e realça as tuas capacidades e experiências mais comercializáveis.

Aqui estão três dicas para te ajudar a formatar melhor o teu currículo quando não tens experiência:

  • Não centres nenhum dos teus textos. Todo o texto do teu currículo deve estar alinhado à esquerda. Isto torna o teu currículo mais fácil de ler porque o olho volta naturalmente para o lado esquerdo da página depois de leres uma linha.
  • Muda “experiência de trabalho” para “experiência relevante”. Se nunca tiveste um emprego, torna a tua secção de experiência mais geral. Desta forma, podes incluir informação sobre atividades extracurriculares, trabalho voluntário, etc.
  • Usa dígitos quando escreveres sobre números. Torna o teu currículo fácil de ler usando dígitos (i.e. 15% em vez de quinze %).

6. Personaliza o teu currículo para cada vaga

Sem experiência, a tua melhor hipótese de conseguir uma entrevista é direcionares o teu currículo para o trabalho específico que desejas. Observa bem os anúncios de emprego e visualiza quais as competências que estão à procura. A partir dessas competências, pega nas que tens e coloca-as na tua secção de competências.

Colocar estas competências no teu currículo é importante porque muitas empresas ainda usam sistemas de localização de candidatos para procurar palavras-chave nos currículos. Isto ajuda-as a filtrar grandes quantidades de candidatos e a determinar quais os que valem a pena avaliar mais.

Exemplo de Currículo Sem Experiência

Exemplo de Currículo Sem Experiência
Tiago Cardoso
Tiago Cardoso

Tiago é o líder e criador do Emprego Mais. Ele é um especialista e estudante diário em desenvolvimento de carreiras e procura de empregos. Apaixonado por pesquisas, ele é aquele braço direito que tu irás querer ter do teu lado quando estiveres à procura de emprego.

Artigos: 98