4 dicas para ter um currículo perfeito

woman working on a digital tablet in the new normal

A situação financeira é global e multifacetada, interferindo no mercado nacional por diferentes causas. Para manter o emprego, muitas pessoas têm reforçado o currículo com especializações, treinamentos e mais estudos para se destacar entre os profissionais da área de atuação.

É importante ressaltar que para cada cargo disponível, é preciso fazer uma abordagem diferenciada e, de uma forma ou de outra, chamar a atenção dos recrutadores. 

Portanto, é imprescindível que todas as informações presentes em um currículo sejam reais e que possam ser comprovadas, seja por meio de certificados, diplomas ou qualquer outro documento que seja válido em território nacional.

1. Mantenha-se atualizado e realize cursos

O implemento da tecnologia na vida em sociedade permitiu que muitas tarefas fossem compartilhadas entre setores de uma mesma empresa. 

Para isso, muitas instituições educacionais oferecem cursos específicos que ensinam a se familiarizar com diferentes programas e ferramentas digitais que são utilizadas em uma rotina de trabalho, seja em uma loja ou em um chão de fábrica.

As empresas podem solicitar, por exemplo, um conhecimento específico em CRM para equipe de vendas e, caso o profissional tenha conhecimento dessa ferramenta, se torna apto a trabalhar, dando um passo adiante dentre aqueles que não sabem do que se trata.

Afinal, apesar dos empreendimentos proporcionarem esse tipo de curso, já conhecer a ferramenta e seu funcionamento é um diferencial que permite esse destaque frente aos demais. 

Quanto à ferramenta, na prática, esse modelo de programa se trata de um suporte para o relacionamento entre empresa e clientes, (do inglês Customer Relationship Management).

Assim, quando se trata da venda de um produto, ou mesmo uma marca, deve ser empregado de maneira apropriada para identificar fluxos e processos, bem como as publicidades que podem ser otimizadas.

Portanto, se o conhecimento sobre um programa digital é amplo, vale destacar dentro do currículo. Caso não faça parte dos estudos, vale demonstrar interesse e buscar informações sobre esse e outros cursos que podem ajudar a ser contratado em uma empresa.

2. Atualize-se mesmo empregado para novas oportunidades

As empresas que oferecem um plano de carreira ajudam os funcionários a reforçar o currículo pessoal, oferecendo cursos e treinamentos ao longo do tempo. Além disso, oferecem outros benefícios, entre os quais:

– Vale-alimentação;

– Vale-refeição;

– Vale-transporte;

– Seguro odontológico;

– Seguro saúde.

A experiência profissional de uma pessoa é muito importante para as empresas, e todos os dados são levados em consideração quando estão devidamente especificados em um currículo. 

Mesmo aqueles que seguem um plano de carreira devem demonstrar interesse em crescer na profissão, enriquecendo o conhecimento e participando ativamente do crescimento da empresa e de toda a base curricular, procurando especializações que possam contribuir com o crescimento mútuo.

3. Otimize o currículo/perfil na internet para ferramentas de avaliação

Os cargos de chefia, gerência e gestão podem exigir conhecimentos específicos, como o próprio programa desenvolvido para aplicar o CRM na rotina da empresa. 

Por isso, o currículo que apresenta esse tipo de experiência se destaca entre os demais em uma mesa de um recrutador.

Contudo, atualmente, antes mesmo de chegar aos profissionais responsáveis pela contratação, os currículos e candidaturas internas podem passar por ferramentas e tecnologias para avaliar a compatibilidade dos candidatos com as exigências da vaga.

Assim, especificar as informações de forma clara e incluir algumas palavras-chave é muito importante para essa primeira leitura.

Os passos seguintes podem ser a passagem por uma avaliação e verificação da extensão de conhecimento, colocando a tecnologia como um meio determinante.

Portanto, não é apenas um curso que vai preparar um currículo perfeito. É preciso ter afinidade com o ambiente digital, a tecnologia disponível em computadores, tablets, celulares e outros equipamentos eletrônicos disponibilizados para a realização das tarefas.

A competência é importante, e demonstrar interesse em conhecer cada vez mais sobre a empresa, o campo em que atua e sugerir ideias também favorece o currículo, além de levar mais lucratividade para a empresa.

4. Destaque as atividades extracurriculares

Por fim, é importante ressaltar que a participação em eventos sociais, trabalhos voluntários e conhecimentos extracurriculares e projetos pessoais são pontos que se tornam positivos sob os olhos de recrutadores mais atentos. 

As feiras e eventos corporativos sempre oferecem experiências diversificadas, dentre as mais variadas áreas de atuação, e podem ser um caminho para conhecer novos produtos e serviços, ou se especializar em novas técnicas implementadas no campo profissional.

Os trabalhos voluntários com a comunidade são vistos com bons olhos, pois demonstra preocupação com o próximo, com a coletividade e demonstra um posicionamento dentro da sociedade, bem como energia para realizar atividades.

Os conhecimentos extracurriculares podem ser adquiridos em cursos e palestras, seminários, além de viagens, mesmo que a lazer, mas que agregam algum conhecimento e que pode ser válido em um momento apropriado.

Os projetos pessoais podem ser tema em uma entrevista de emprego, e isso pode fazer parte do currículo de forma discreta, mas não esquecida.

De todas as formas, é preciso reforçar, mais uma vez, que a verdade sempre prevalece, pois os recrutadores podem fazer uma ligação, ou mesmo precisar que o conhecimento seja aplicado no ambiente de trabalho. Portanto, mentir jamais!

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Top News Tech, site voltado para a veiculação de conteúdos relevantes para empresas, contribuindo com estratégias para o desenvolvimento do negócio.

Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin

Deixe um Comentário